Motive seus alunos!

Não perca nossas atualizações! Insira seu e-mail ao lado e cadastre-se, assim você receberá publicações GRÁTIS que ajudam a ensinar História, Geografia e Ciências!

Seja o(a) primeiro(a) a saber as novidades!

Fique tranquilo, só enviaremos informações do blog. Nós também odiamos spam!

Sobre o Blog e os Autores

Nossa História

O grupo que deu origem a empresa Baú de Ciências surgiu no final de 2008 durante o curso de licenciatura em Física da UFSC.

Na época os Licenciandos em Física João Paulo Mannrich, Osvaldo Vieira Junior, Thiago Farias e Vilmar Minella Junior, conheceram-se ao participar de diferentes projetos de ensino e divulgação de ciência, principalmente:

Lançando foguetes em escolas públicas em meados de 2009

  • Parque Viva a Ciência: que fazia pessoas interagir com a ciência utilizando brinquedos “gigantes”;
  • Baú de Ciências: que criava e realizava experimentos didáticos no ensino fundamental e médio em escolas públicas da grande Florianópolis;
  • Laboratório de Instrumentação, Demonstração e Exploração (LABIDEX): que divulgava a Física para a comunidade por meio de experimentos;

Todos esses projetos envolviam atividades práticas e concretas. Eram utilizadas estratégias de problematização com objetivo de fazer os alunos e visitantes interagirem com o conhecimento. Percebíamos que todos interagiam, questionavam e, muitas vezes, se divertiam enquanto realizavam as atividades e discussões propostas.

Neste período também tivemos a oportunidade de ministrar mini-cursos para professores em formação inicial e em atuação. Neles apresentávamos e discutíamos sobre ferramentas didáticas para ensinar conteúdos específicos e também sobre estratégias de ensino de ciências.

Em 2010 começamos a criar exposições interativas tanto para escolas quanto para outras instituições. Toda a concepção, produção e execução de alguns serviços eram e ainda são feios por nossa equipe. Tais ambientes consistiam, e ainda consistem, em aparatos físicos e digitais com objetivo de estabelecer vínculos entre pessoas e os conhecimentos.

Crianças interagindo com um jogo nosso sobre seres extremófilos na mostra "Em Busca de Vida"

Todas essas experiências, somadas a anteriores ao ingresso no curso de licenciatura, culminaram na formalização do Baú de Ciências em 2012. Hoje oferecemos serviços de:

  • Formação de professores;
  • Cursos e oficinas em escolas e outras instituições.
  • Produção, concepção e realização de exposições interativas e digitais;

Em dezembro de 2014 o Baú de Ciências foi premiado com o 1º Lugar na Maratona de Negócios Sociais do Sebrae - SC. Em 2015 foi umas das 50 iniciativas selecionadas de todo o Brasil para participar do Social Good Lab por um projeto, em fase de validação, que envolve a formação de professores.

Maratona de negócios sociais. 1º lugar =^D

Todas as nossas ações possuíam e ainda possuem um fim comum: estimular pessoas a refletirem sobre o mundo utilizando as ciências como ferramenta.

Astronauta nas escolas

Porque acreditamos que só as pessoas podem transformar o mundo e a educação pode transformar as pessoas!

Este Blog é uma iniciativa do Baú de Ciências para compartilhar nossas experiências e conhecimentos especialmente com professores, por acreditarmos que são os principais agentes de mudança da educação.

Formação continuada de professores no Oeste catarinense

Quer fazer alguma crítica ou sugestão? O simplesmente dar um oi? Faça contato!

www.baudeciencias.com.br

Envie um e-mail para nós!

Florianópolis - SC

48 3304-3602

João Paulo Mannrich

É graduado em Física Licenciatura e mestre em educação científica e tecnológica pela UFSC.

Há 8 anos faz parte do Baú de Ciências onde desenvolve e realiza oficinas e cursos voltado para estudantes e professores do ensino infantil, fundamental e médio.

Atuou como mediador do parque Viva a Ciência da UFSC durante 3 anos, onde atendia turmas escolares. Neste período participou de um projeto envolvendo o Parque e oficinas com crianças do Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI/UFSC), do qual teve a oportunidade de participar de uma formação para professores desenvolvida no curso de especialização.

Também desenvolve e realiza eventos como feiras, mostras, ambientes interativos digitais e capacitação de mediadores para divulgação da ciência e tecnologia. Trabalhou com o ensino a distância, no curso de Licenciatura em Física da UFSC, principalmente na elaboração de materiais didáticos e no desenvolvimento de atividades de ensino. Possui experiência também na revisão e elaboração de recursos didáticos voltados ao ensino superior.

Osvaldo Vieira Junior

200px

É licenciado em Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professor efetivo de Física - SED/SC

Professor da rede estadual no Ensino Médio há 6 anos, sendo atualmente professor efetivo. Também trabalhou como professor de ciências no Ensino Fundamental durante um ano.

Na UFSC, foi bolsista e mediador durante dois anos do projeto de extensão Parque Viva a Ciência – onde atendia a comunidade e turmas escolares num ambiente contendo brinquedos científicos – e, também, teve experiência como monitor e instrutor no laboratório de informática. Durante essa etapa, adquiriu vasta experiência no desenvolvimento de aparatos experimentais, jogos e atividades práticas e aplicação destes no ensino formal de ciências e na divulgação científica.

Atualmente, participa efetivamente da realização de feiras e mostras de ciências, da elaboração de ambientes interativos e da confecção de ferramentas didáticas para professores do ensino básico e para a divulgação da ciência.

Thiago Farias

200px

É graduado em Física Licenciatura e mestre em educação científica e tecnológica pela UFSC.

Trabalha há 8 anos com o atendimento em atividades não formais de ensino, tendo experiência desde o público infantil até o adulto. Participou de curso específico para a produção de exposições científicas na Itália.

Na UFSC, foi voluntário no LABIDEX por 3 meses (apresentando experimentos de bancada ao público) e, por um ano e meio, foi bolsista do Parque Viva a Ciência e voluntário no projeto Baú de Ciências.

Trabalhou na empresa Mentes Brilhantes Brinquedos Inteligentes, avaliando brinquedos científicos e elaborando propostas didáticas e materiais de apoio para professores de ciências. Trabalhou como tutor na formação de professores de Física no Ead da UFSC por um semestre. Foi professor de Física na faculdade IES-FASC.

No mestrado, pesquisou e aplicou um projeto utilizando atividades experimentais para superar obstáculos de aprendizagem no ensino de Física. Atualmente, na empresa Baú de Ciências, promove o treinamento de equipes de mediadores e de professores de ciências, realiza cursos extracurriculares para crianças e desenvolve ambientes interativos, atividades práticas e soluções educacionais.

Atuou como mediador do parque Viva a Ciência da UFSC, onde atendia turmas escolares. Neste período participou de um projeto envolvendo o Parque e oficinas com crianças do Núcleo de Desenvolvimento Infantil (NDI/UFSC), no qual teve a oportunidade de participar de uma formação para professores desenvolvida no curso de especialização.

Participou, em 2015 na Itália, do minicurso Development of Sucesfull Exhibitions (Desenvolvimento de Exposições de Sucesso), promovido pela Scuola Internazionale Superiore di Studi Avanzati (SISSA) e pelo Journal of Science Communication (JCOM), organizado pelo SISSA Medialab. Esse curso foi ministrado por Gordon Rankmore (consultor de museus de ciência), Laura Miotto (designer de exposições), Paola Rodari (comunicadora científica) e Peter Higgins (designer e arquiteto).

Gostou do material?!

Então não perca nossas atualizações!

Insira seu e-mail ao lado e cadastre-se, assim vamos te ajudar!

Faça parte do grupo de professores que inovam!